Seguidores

TRADUTOR

quinta-feira, 20 de julho de 2017

CAMINHO CERTO OU ERRADO?




À procura do caminho certo,
na vida muito andei,
muitas estradas conheci,
muitos desvios tomei,
alguns eram puro engano,
iludida me embrenhava,
outros ciladas eram,
para meu passo atrasar,
no caminho errado estar acreditava,
mas para trocá-lo demorava,
ia caminhando a oportunidade esperando,
os desvios me levavam a caminhos,
tão velhos e já percorridos,
assim as estradas se alongaram,
ao caminho certo não chegava,
um dia para trás olhando,
os pés há muito sangrando,
com feridas que não mais doíam,
o cansaço não mais sentia,
o caminho certo não mais importando,
pela estrada percorrida fui retornando,
agora devagar caminhava,
a paisagem observava,
a todo instante parava,
as diferenças da estrada acertava,
a cada ajuste o bem estar me invadia,
então sorrindo me peguei,
do infinito uma voz soou:

Não existe caminho certo,
nem caminho errado,
a forma de percorrê-lo,
é que faz a diferença.


Luconi
16-07-17

domingo, 16 de julho de 2017

SEMENTES DA MALEDICIENCIA

 

Conheço os seus passos,
os seus caminhos conheço,
o teu semear eu vi,
os frutos das más sementes colhi.


Hábil e inteligente,
tuas sementes camuflava,
ao vento as jogava,
da confiança em ti depositada abusava.


Aos poucos a camuflagem caiu,
para as vítimas de tua maledicência,
mas o canteiro de teu plantio,
por grande amor a ti não viu.


Egoísmo, ciúmes ou pequenez,
os três juntos talvez,
foram a razão de teu semear,
que hoje continua a regar.

Já não oro pelo canteiro,
por ti eu oro,
pois o teu mal é da alma,
que ver não permite teu ego.


É livre nosso plantio,
a colheita obrigatória,
por esta colheita pena de ti tenho,
peço a  Deus para ti misericórdia.



Luconi
16-07-17

quarta-feira, 12 de julho de 2017

AMOR PURAMENTE AMOR


Vai meu amado,
não macule a tua honra,
por alguém apontada como rameira,
apenas pelo destino incerto,
no balcão de uma taberna.


Segue em paz teu caminho,
há muito já traçado,
honra o teu compromisso,
galga o degrau desejado,
esquece a ilusão deste momento.


Mas que em vão não seja,
a dor que meu peito dilacera,
entrega-te por inteiro,
a quem inocente tudo ignora,
frágil menina que só amor espera.


E esta dita rameira,
também seu destino seguirá,
só que traçado não está,
é o que me consola,
poder dentro de mim te guardar.


Vai, em paz siga,
não carregue culpa,
feliz seja,
só assim feliz serei,
e em paz viverei.

Luconi
11-07-17

terça-feira, 27 de junho de 2017

FRUTOS DO AMOR



 
Nesta Terra bendita
quando nasce um novo ser,  
é o fruto de uma árvore,
que começa a crescer.


Estes frutos do sangue são,
a boa seiva da árvore os rega,
a boa semente ali prevalece,
logo frondosa árvore serão.


Mas  se esta árvore é ditosa,
o que se dirá daquela,
que tendo ou não de si frutos,
novas frondosas árvores originou?


Sem perceber exemplificou,
o amor que em si transbordou,
e com sua boa seiva regou,
tantas e tantas sementes.


Algumas de nada adiantou,
outras até tentaram,
mas sufocadas foram,
pelo ego, pela vaidade, pelo desamor.


Mas algumas apesar das dificuldades,
a brotar começaram,
da boa seiva se saciaram,
nova frondosa árvore formaram.


A boa árvore muitas vezes nem sabe,
quantos bons frutos gerou,
mas os frutos bem o sabem,
são frutos do mais puro amor.


Luconi
27-06-2017